Noticia

Ministério lança companhia aérea cristã para transportar missionários pelo mundo.

Um ministério faz planos de lançar a primeira companhia aérea cristã em 2021 para fornecer uma opção de viagens para missionários que buscam espalhar o Evangelho de Jesus Cristo em todo o mundo.

A companhia aérea será chamada Judah 1 e atualmente tem aeronaves baseadas no Aeroporto Regional de Shreveport em Louisiana (EUA). Nessa fase de pré-lançamento, os aviões já transportaram pequenos grupos de missionários para áreas de desastre e regiões inóspitas a serem evangelizadas.

A partir do próximo ano, Judah 1 irá “deixar de ser privada, que é o que somos agora, para se tornar um verdadeiro padrão de companhias aéreas”, disse o presidente e CEO da empresa, Everett Aaron.

Para isso se realizar, Judah 1 receberá uma certificação da Federal Aviation Administration – agência equivalente à ANAC no Brasil – colocando-se no mesmo patamar que companhias aéreas já conhecidas. Embora o ministério atualmente implemente aeronaves menores para pequenas equipes de missionários, a empresa está planejando adquirir aviões maiores que podem transportar centenas de pessoas até o final de 2021.

“Até o final do ano que vem, gostaríamos de ter de três a quatro aviões grandes. Desde ontem, já adicionamos à nossa frota um Boeing 767-200ER. Tem capacidade para 238 pessoas e pode ir a qualquer parte do mundo com um balcão único. Carrega 30 toneladas de carga”, disse Everett Aaron.

Apesar da autorização para atuar comercialmente, a empresa afirma que ainda será diferente das demais companhias aéreas: “Seremos não programados e não precisamos ter rotas aprovadas. Então, isso significa que podemos ir aonde quisermos quando quisermos, ao contrário da maioria das companhias aéreas, que precisam ter determinados horários para voar, precisam ter certas rotas. Não temos que fazer isso”, comemorou.

Fonte: Gospelmais

Related posts

Depois de se desiludir com testemunho da igreja, Selena Gomes decide abandonar Hillsong

Filipe Miguel

Prestação de contas também é dom de Deus

Filipe Miguel

Após revista cristã dizer que “mulher trans” continua sendo homem Twitter censura publicação

Filipe Miguel

Deixe um comentário